Arte e Sustentabilidade

2010
01.18

Talvez você nem imagine, mas a bela ilustração ao lado foi feita inteiramente de junk mail – correspondências não solicitadas, ou a famosa mala-direta.

A artista Sandhi Schimmel Gold especializou-se em criar arte com materiais que iriam para o lixo. Além disso, ela só utiliza molduras e adesivos reciclados.

Talvez você não tenha o dom de Sandhi, mas é possível diminuir um pouco a quantidade de correspondências que recebemos:

  • Ligue para o seu banco e peça para que seus extratos não sejam mais enviados pelo correio. Algumas operadoras de cartão de crédito disponibilizam a opção através de seus sites. Além de ser mais sustentável, a medida protege a sua privacidade e a segurança de sua família.
  • O mesmo vale para as operadoras de celular, principalmente para quem, como eu, utiliza planos de dados.
  • Ao visitar lojas, corretoras ou semelhantes, prefira deixar seu e-mail que o endereço físico.
  • Mas não nos enganemos, ainda vamos receber malas-diretas por muito tempo. Então, enquanto não conseguimos cortar o mal pela raiz, ao menos podemos separar as cartinhas e encaminhá-las para a reciclagem.

Em seu site oficial, a artista disponibiliza uma galeria e coloca suas obras à venda.

Outras maneiras de mudar o mundo:
Recuse a mala-direta
Foto: Barbara Hashimoto Achou a foto acima assustadora? Pois ela contém nada...
Sacolas retornáveis no Pão de Açúcar
A Rede Pão de Açúcar acaba de lançar em parceria com a SOS Mata Atlântica...
Tema da Revista da MTV – Interdependência
A nova edição da revista da MTV traz como tema a interdependência, o conceito...

Seu comentário


  • RSS
  • Twitter
  • Facebook